Saiba a importância do HDL, o colesterol bom

Saiba a importância do HDL, o colesterol bom

Você gosta de comer picanha com bastante gordura, pizza, hambúrguer e outros tipos de comidas gordurosas? Tome cuidado. Pode ser que você esteja contribuindo para o aumento das estatísticas de pacientes com colesterol elevado.

Segundo o Ministério da Saúde, quatro em cada 10 brasileiros têm colesterol alto, e muitos deles nem sabem disso. No último levantamento sobre o tema, realizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, 67% dos entrevistados responderam não saber a resposta.

É comum ouvirmos falar sobre todos os malefícios que o colesterol pode causar ao nosso corpo. Mas você sabia que ele é essencial para nosso organismo? Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o colesterol não é uma doença. Continue lendo e saiba mais.

Leia também: Alimentação saudável: O que é Konjac, seus benefícios e como consumir?

O que é colesterol?

O colesterol é uma gordura necessária ao nosso corpo. Ele está naturalmente presente no organismo humano e desempenha funções essenciais, como a produção de hormônios, como testosterona, estrogênio, cortisol, entre outros. Mais da metade do colesterol presente no organismo é proveniente de síntese no fígado e no intestino. O restante é proveniente da alimentação.

Um dos principais fatores de risco para problemas de colesterol é a obesidade, bem como comportamentos sedentários e maus hábitos de alimentação. Além disso, a condição genética do paciente também influencia. O aumento do consumo de alimentos processados e industrializados também conta muito nesse aspecto.

Apesar de sua importância, o colesterol em excesso pode causar diversos danos à saúde. Seu acúmulo está associado, por exemplo, com o risco aumentado de doenças do coração. Porém, tanto as taxas de colesterol muito altas quanto as muito baixas apresentam riscos à saúde.

Como estão meus níveis de colesterol?

Uma maneira de descobrir como estão seus níveis de colesterol é através do exame de colesterol total e frações, que consiste em um exame de sangue. Este exame serve, principalmente, para calcular o risco de entupimento das artérias e doenças cardiovasculares em decorrência do colesterol.

 

Se você tem 30 anos ou mais, inclua o exame de colesterol no seu check-up médico anual. Embora este possa ser solicitado em pessoas mais jovens com fatores de risco ou histórico familiar de colesterol alto, é mais comum o exame entrar no check-up a partir dos 30 anos. Porém, a frequência pode mudar de acordo com os resultados encontrados.

Afinal, o que é o HDL e o LDL?

O HDL e o LDL são lipoproteínas responsáveis por transportar o colesterol pelo sangue. Existem cinco tipos de lipoproteínas, divididas por tamanho, características e composição. São elas: HDL, VLDL, LDL, IDL e quilomícrons. As mais famosas delas são mesmo o HDL e o LDL.

Diferenças entre o HDL e o LDL

A diferença entre o HDL e o LDL mais conhecida é que um é bom, caso do HDL, e o outro mau, o LDL.

A lipoproteína HDL é responsável por remover o excesso de colesterol dos tecidos corporais. A partir disso, ele direciona essas gorduras para o fígado, onde são devidamente metabolizadas e eliminadas do corpo. Algumas pesquisas afirmam que a HDL apresenta ação antioxidante, anti-inflamatória e antiagregante plaquetário. Dessa forma, o colesterol HDL atua como protetor cardiovascular, prevenindo diversas doenças, como infarto, aterosclerose, AVC e trombose, por exemplo. Mas, para que esses efeitos sejam possíveis, é importante que os níveis de HDL e LDL estejam adequados.

Ao contrário do HDL, o LDL (colesterol ruim) transporta o colesterol do fígado e do intestino para locais de produção de esteroides e para as membranas celulares. Quando seu nível está elevado no sangue, é um poderoso fator de risco para a aterosclerose, doença que provoca infarto do miocárdio e derrame cerebral. Assim, o LDL permite o acúmulo de colesterol nas paredes internas das artérias.

Como aumentar o HDL?

Já sabemos que, para termos mais saúde, é importante aumentar o nível do HDL. Mas como fazemos isso? Confira:

· Pratique exercícios aeróbicos regularmente, por pelo menos 20 minutos, de 3 a 5 vezes por semana. Como exemplos de exercícios aeróbicos, temos: pular corda, pedalar, dançar, caminhada ou corrida, dança, etc.;

· Se você sofre com sobrepeso ou obesidade, perder peso pode ajudar a aumentar o nível de HDL;

· Pare de fumar. Esse hábito, que todos sabemos dos males para a saúde, aumenta os riscos de câncer e gera diversas doenças. Parar de fumar ajuda a aumentar o HDL;

· Aumente o consumo de gorduras saudáveis, como abacate, azeitona, castanhas, avelã, nozes, sementes de girassol e peixes ajudam no aumento do colesterol bom;

· Consuma mais fibras. Elas são ótimas para aumentar o colesterol bom e diminuir o ruim. Coma mais leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico), vegetais (alface, abobrinha, beterraba, brócolis, rúcula, cenoura, etc.), grãos e farinhas integrais (arroz, linhaça, aveia, milho) e frutas (banana, ameixa, abacaxi, mamão, manga, melancia, etc.)

Como Konjac auxilia na manutenção saudável do colesterol?

Por ser rico em fibras, ter 0 carboidrato, 0 gordura e ser composto majoritariamente por água, Konjac é uma excelente alternativa para manter o colesterol em níveis adequados para a saúde.

Feito a partir do tubérculo konjac, a Konjac Massa MF é uma linha de massas (macarrão e arroz) de origem vegetal. Com apenas 9 calorias, conta com 4 gramas da fibra solúvel Glucomannan a cada 100 gramas.

Se você deseja aumentar o colesterol HDL, escolha Konjac! Nossos produtos são indicados para diversas dietas e planos alimentares, além de desempenhar funções de uso terapêutico em dietas especiais, como também para fins de beleza e estética.

Clique aqui e garanta seus produtos agora mesmo. Aproveite um cupom exclusivo para obter 10% de desconto em sua primeira compra: é só digitar PRIMEIRACOMPRA no campo “Cupom de desconto” na hora do seu pagamento.


Publicação Mais Antiga Publicação Mais Recente